Tempo:
25 C
scattered clouds
Curitiba
umidade: 53%
vento: 2 m/s NW
H27 • L24
Seg
27 C
Ter
24 C
Qua
25 C
Qui
24 C
Sex
24 C
HomeDestaquesEstância Hidromineral Ouro Fino: lazer e natureza em mais de 6 milhões de m²
Estância Ouro Fino (3)

Estância Hidromineral Ouro Fino: lazer e natureza em mais de 6 milhões de m²

por | dez 19, 2018 | Destaques, Escapadas

A Estância Hidromineral Ouro Fino foi criada em 1938 pela Família Mocellin, donos da Empresa de Águas Ouro Fino até hoje. Referência no envase de água mineral natural no Brasil, a Ouro Fino foi criada em 1898 e completa 120 anos em 2018. A empresa é responsável por manter uma extensa área de preservação ambiental que conserva a vegetação da Mata Atlântica ao longo de mais de 6 milhões de m², encanta quem passa pela região, garante sua sustentabilidade a longo prazo e a pureza e a qualidade de sua água mineral natural, sua grande fortaleza. O local é situado em Campo Largo – a 40 minutos da capital paranaense –, e disponibiliza diversas atividades que podem ser praticadas ao ar livre, em pleno contato com a natureza.

 A estrutura do parque proporciona acesso a muitas opções de lazer, como conhecer a histórica construção da fábrica, explorar trilhas, rios, piscinas e, ainda, visitar a lendária Cascata dos Amores. O acesso à Cascata dos Amores foi criado no início da década de 1960, sob os cuidados da dona Dedé Mocellin, e reza a lenda que, quem se molha nas águas da cascata, casa-se brevemente. Apesar de não haver comprovações sobre o sucesso desses acontecimentos, o fato é que a tradição perpetuou, e ainda hoje, muitos casais de namorados vão até o local para realizar o pedido de casamento.

 De maneira geral, o espaço é permeado de lendas e mitos que enriquecem ainda mais a sua história. Uma delas conta que há centenas de anos havia uma tribo que vivia no local e não deixava ninguém chegar perto da fonte porque acreditavam que a água era milagrosa, e deveria ser mantida “pura”. Outra história explica o porquê do galo ser um elemento tão presente na estância. De acordo com a lenda, a ave, feita de ouro, aparecia reluzente às margens da fonte todas as noites, clareando-a com sua plumagem dourada e permanecendo ali até o amanhecer.

 Na virada do milênio, em 2000, foi realizada uma parceria com o IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) que consiste em manter um criadouro de animais silvestres que foram resgatados e não têm condições de voltar ao seu habitat natural. São araras, carcarás, macacos, dentre outras espécies, que foram salvas e então são cuidadas por profissionais especializados. Hoje, a cooperação segue com o Instituto Ambiental do Paraná (IAP).

 O parque sempre é cogitado como opção para receber eventos esportivos, de lazer ou de entretenimento por conta da estrutura disposta em uma grande área verde. Sendo assim, quem mora em Curitiba e região metropolitana pode usufruir de espaços seguros e imersos na natureza para passar o dia e praticar diversas atividades e exercícios ao ar livre ou simplesmente levar a família para um contato bem próximo e proveitoso com a natureza, recarregando as energias e deixando o estresse da cidade grande de lado.

Como chegar: O endereço é Estrada Ouro Fino, s/n.  Há duas linhas de ônibus que param perto da estância (fazendo a integração no Terminal de Campo Largo): 107 Bateais e 114 Miqueleto. Para quem vai de carro, a distância da região central de Curitiba é 40 km (o trajeto leva, em média, uns 40 minutos).

Escrito por

Curitiba do nosso jeito!