Ideal para descansar, Antonina tem opções que oferecem muito conforto e bons preços

por | nov 1, 2017 | Destaques, Escapadas | 0 Comentários

A meteorologia prevê um novembro quente e com poucas chuvas em Antonina, no litoral paranaense, e o Hotel Camboa Antonina tem uma ótima notícia para quem quer aproveitar para descansar em um destino de belas paisagens e muita tranquilidade. Além de criar novas classes de quartos com tarifas mais baixas, durante todo o mês a terceira noite será por conta do hotel. Para quem for ficar apenas uma noite, haverá desconto de 10% no checkout.

Agora, o Camboa tem apartamentos do tipo “Hostel”, com diárias a partir de R$ 110 (single) e R$ 148 (duas pessoas). Outra nova modalidade são os apartamentos sem vista para a baía, com preços de R$ 180 (single) e R$ 210 (casal).

As acomodações com vista para a baía ficam por R$ 250 o casal (vista lateral) e R$ 290 o casal (vista frontal).

Localizado no centro histórico da cidade e com vista para a baía de Antonina, o Camboa é destino certo para quem quer aproveitar as belezas do litoral aliadas à paz do município serrano, célebre por sua gastronomia, música e história. Construído sobre uma antiga edificação colonial do século 17, ao lado da igreja Nossa Senhora do Pilar, o hotel fica em localização privilegiadíssima – entre a Serra do Mar e baía.

Sua estrutura conta com duas piscinas (uma térmica e outra com pool bar), sauna, academia e restaurante de frente para a costa. Há ainda um salão de eventos instalado nas ruínas coloniais, perfeito para festas, exposições e eventos.

Nos últimos anos, o local se tornou um centro cultural no litoral paranaense ao promover apresentações de música, teatro, exposições de arte e fotografia, além do já tradicional Festival de Blues que acontece em junho.

O hotel também oferece (sob agendamento) passeios de barco pela baía de Antonina e suas ilhas das Rosas, do Lessa, do Quamiranga, do Goulart e do Corisco, além de sápidas mensais para a prática de birdwaching (observação de aves).

A cidade de Antonina

A devoção de duas irmãs à Nossa Senhora do Pilar deu origem, em 1714, ao que hoje conhecemos como a festiva, histórica e turística Antonina, a apenas 77 quilômetros de Curitiba e uma referência paranaense em turismo cultural.

Um dos pontos mais visitados é justamente a igreja Nossa Senhora do Pilar, também conhecida como Igreja Matriz, levantada em paralelo com o surgimento da cidade em 1714 em frente à praça Coronel Machado. O Hotel Camboa fica em frente à esta histórica obra arquitetônica, e alguns quartos têm vista para ela.

A cidade guarda muitos outras relíquias arquitetônicas em suas ruas estreitas. Na Rua Doutor Carlos Gomes da Costa está a Igreja de São Benedito, construída em 1924, que já serviu de refúgio de escravos. No mesmo endereço, os visitantes encontram o Teatro Municipal, construído em 1906 e muito rico em adornos. Na Praça Carlos Cavalcanti, próximo à Estação Ferroviária, está a Igreja Bom Jesus de Saivá, tombada em 1970 pelo Patrimônio Histórico. Na região central, o turista pode conferir a arquitetura luso-brasileira e eclética nos sobrados, ruínas e calçadas de pedra.

Antonina também esbanja beleza natural. A começar pela sua Baía, cercada por uma cadeia de montanhas da Serra do Mar, que forma uma belíssima paisagem. A vista é mais bonita ao amanhecer, quando o mar avança no continente. Dos quartos do hotel Camboa, a visão é espetacular!

Entre Antonina e Campina Grande do Sul, está o Pico do Paraná, com 1.962 metros. É o mais alto do Sul do Brasil e um roteiro muito procurado pelos amantes do montanhismo. O acesso é pela BR-116 (via Campina Grande do Sul), com entrada na Ponte Rio Tucun. Também pode ser feita por trilhas via Bairro Alto, em Antonina. Um agradável local de lazer é a Ponta da Pita e a Prainha. Bom para banho, pescaria, piquenine e práticas esportivas. Lá, o turista encontra lanchonetes e restaurantes.

Outras dicas são os recantos. O do Cabral fica no bairro da Graciosa de Baixo, distante 3 quilômetros do Centro. Ele é cercado por um pequeno bosque e, para quem quer pescar, uma rampa natural aporta as embarcações. No prolongamento da Avenida Nenê Chaminé, no Centro, está o Recanto Poti, em homenagem ao artista plástico Poti Lazarotto. O monumento é um mosaico feito com ladrilhos hidráulicos. A obra é do ceramista Adoaldo Lenzi, de 1987, e retrata pontos pitorescos de Antonina.

Não deixe de visitar também o Bairro Laranjeiras, que caracteriza-se por dois atrativos importantes: a Fonte da Carioca, que abasteceu a cidade de água de 1867 a 1930, tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico do Paraná em 1969; e a Fonte da Laranjeira, com caminhos de paralelepípedos em meio a uma densa vegetação. Vá também ao Bairro Alto conhecer seus rios e cachoeiras, e fazer caminhadas ecológicas.

SERVIÇO

Hotel Camboa Antonina

www.hotelcamboa.com.br

Rua Valle Porto, 208 – Centro Histórico

Antonina – Paraná | 83370-000

(41)3432-3267

HASHTAGCURITIBA

Curitiba do nosso jeito.

Matérias Relacionadas