HomeDestaquesRelíquias da natureza a um pulo de Curitiba
Parque Estadual Vila Velha

Relíquias da natureza a um pulo de Curitiba

por | abr 27, 2017 | Destaques, Escapadas |

Um dia antes do feriado de Tiradentes decidimos viajar. Mas tinha que ser um lugar perto, barato e que funcionasse no feriado né. Na hora já pensamos no Parque Estadual Vila Velha, um lugar por onde sempre passávamos e nunca dava tempo de parar e conhecer.

Saímos de Curitiba às 8h30 da manhã com toda a calma, num dia nublado e frio. 90 km pela BR 376, dois pedágios, uma hora e meia de viagem, e chegamos ao parque na hora certa para fazer todos os passeios ainda pela manhã. Então essa é uma dica importante, se quiser conhecer os três atrativos do local, Arenitos, Furnas e Lagoa Dourada, chegue até às 10h.

Na entrada, uma guia recebe os visitantes e explica como é dividido o local, como funciona o parque, valores e preenchimento de uma ficha com os nomes do grupo. O valor é muito acessível, para conhecer tudo se gasta R$ 18, estudantes com carteirinha, residentes de Ponta Grossa (com comprovante) pagam meia-entrada; pessoas acima de 60 anos, crianças de até seis anos e pessoas portadoras de necessidades especiais não pagam.

Como comentei acima, são três atrações: a principal é chamada de Arenitos, são aquelas rochas com formatos variados que vemos da estrada, a mais famosa é a que tem forma de taça, mas tem o camelo e uma garrafa de Coca-Cola também, nessa hora tem que dar asas à imaginação! Tem guias por todo o trajeto, a paisagem é linda e em alguns momentos o canto dos passarinhos dá uma sensação de paz que valem muito a pena. Da recepção até Arenitos, o transporte é feito de micro-ônibus.

Taça Vila Velha

Depois das formações rochosas, o micro-ônibus nos levou de volta à recepção e lá pegamos um ônibus, para ir até os outros dois pontos, que ficam a 8 km do parque. Conhecemos primeiro a Lagoa Dourada, que infelizmente não estava com uma cor chamativa por causa do tempo nublado. A lagoa tem esse nome por ter o fundo misturado com mica (minerais) que faz com que as águas fiquem com uma coloração dourada quando reflete a luz do sol.

Lagoa Dourada

A última parada foi Furnas. Duas grandes crateras, com mais de 100 metros de profundidade, água no interior e muita vegetação em volta.  Realmente é impressionante a altura, há alguns anos, existia um elevador que descia até o lago, mas atualmente está desativado.

furnas

Recomendamos o passeio para todas as idades, de crianças a idosos, pois não é preciso caminhar muito, para todas as atrações, os turistas são levados de ônibus e deixados praticamente em frente.

Antes de ir, confirme se estará aberto, é sempre bom se prevenir. Muitas pessoas vão em grupos, com agências de viagens, mas é super tranquilo ir por conta própria.

Funcionamento

Sexta-feira, sábado, domingo e feriados o atendimento é aberto ao público.

O horário de visitação é 8h30 às 17h30, com entrada permitida até 15h30.

Existe o limite de 800 pessoas por dia no parque.

Telefones: (42) 3228-1138/ (41) 3213-3832/3819

 

HASHTAGCURITIBA

Curitiba do nosso jeito.

Matérias Relacionadas

Escrito por

Curitiba do nosso jeito!